Páginas

Seja Bem Vindo (a)

Meu propósito para com este blog, está em coletar e difundir importantes mensagens voltadas para o autoconhecimento, percepções metafísicas, espirituais e poéticas, respeitando e identificando sempre os autores e fontes das mesmas.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Características de Adultos “Índigo”


  • São inteligentes, mas não necessariamente obtiveram as melhores notas escolares;
  • são muito criativos e adoram criar coisas;
  • perguntam geralmente “por quê”, sempre que lhes pedem para fazer algo;
  • sentem raiva e aversão pelas tarefas que consideram “velhas”, repetitivas ou de memorização;
  • foram “rebeldes” na escola, questionando a autoridade dos professores ou desejavam imensamente ser “rebeldes”, mas a pressão dos pais não os animava;
  • tiveram uma adolescência problemática;
  • experimentaram muito cedo a depressão existencial e o sentimento de vulnerabilidade, desde o sentimento de tristeza até o completo desespero;
  • tiveram ideias (e até tentativas) de suicídio muito cedo;
  • têm dificuldades em desenvolver trabalhos orientados a tarefas “servis”, têm resistência à autoridade e aos sistemas de empregos hierárquicos;
  • têm profunda simpatia pelos outros, porém são intolerantes frente àquilo que consideram inaceitável;
  • são extremamente emocionais, o que inclui um choro repentino (quando não desenvolveram escudo) ou pelo contrário, não demonstram nenhuma emoção (desenvolveram um escudo);
  • têm problemas para administrar emoções como “desgosto” ou “raiva”;
  • têm problemas de ordem com a maioria dos sistemas políticos, educacionais, médicos e legais;
  • sentem raiva ou fúria quando seus direitos são desrespeitados;
  • sentem uma necessidade urgente de fazer algo que “mude o mundo” para melhorá-lo segundo os seus parâmetros;
  • têm capacidades psíquicas ou espirituais desde pequenos: tiveram experiências como premonições, em “ver anjos”, em “ouvir vozes”, etc;
  • têm uma forte intuição;
  • têm padrões mentais ou de comportamento aparentemente desorganizados e pouco usuais;
  • apresentam dificuldades em concentrar-se em tarefas, principalmente as “impostas”;
  • são vistos como “esquisitos” perante sua família e amigos;
  • buscam o significado da vida na religião, grupos espirituais, livros, grupos de auto-ajuda e outros;
  • defendem, perseveram e são consistentes em suas ideias.
Adaptado de vários sites e então compilado a partir de vários workshops com adultos ministrados pela Fundación INDI-GO, Quito, fevereiro de 2003.








Fonte: http://meumelhormododeser.com.br

via: http://saintgermanchamavioleta.blogspot.com.br




__________

Lisa Teixeira
Junho / 2012

6 comentários:

  1. é minha cara isso ! rs

    (eu já sabia)

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Angel, já eu, há muita coisa que não me "encaixo", só consegui me identificar com uns 20% desta listinha. Acho que devo estar em outra categoria qualquer. Sou muito "da paz", já os índigos são muito briguentos, revolucionários, inquietos...rs
      Sei disso porque convivo com muitas crianças e adolescentes, todas índigos!
      Coisa de loucoooooo!!!
      bjs

      Excluir
  2. Oi Lisa, eu sou uma índigo autêntica, digo isso pois desde criança (faz tempo hehehe) já apresentava sintomas. Numa época que nem se sabia abertamente dessa condição. Sofri demais na infância e adolescência...só na fase adulta quando comecei a me envolver com estudos de ocultismo, livros, cursos etc (sempre atrás de respostas) é que me descobri índigo.

    Foram muitas buscas religiosas em vão.

    Mas foi uma dura caminhada mesmo, com todas as sensações de "o que eu to fazendo aqui?", "porque tenho saudades de outro planeta?", "porque sou diferente?", "porque eu desenho tanto outros planetas e outros seres estranhos?"...

    Fora a rebeldia, a agressividade e sempre a condição de ovelha negra da família...rs Eu também sou calma (às vezes)rsrs

    Mas é complicado, a sensação de não estar encaixado num corpo e num planeta. É assim que eu sem pre me senti. Espero voltar logo prá minha verdadeira Fonte !

    bjs

    Tenho msn, se rolar add aí: gipos@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. algel tb me senti sempre assim, fazendo as mesmas perguntas, tb fui descobrindo as coisas recentemente.
    E me encaixo nas características ditas acima...rsrs..sempre me perguntava se eu era uma índigo, agora já sei..rsrs.
    sentimentos de raiva e fúria é uma coisa que não consigo controlar direito, injustiça, desigualdade, etc...
    tb tenho uma filhinha q se parece muito ser indígo.

    ResponderExcluir
  4. SANTO CRISTO!!! SOU EU!!!

    Acabei de ver toda minha infância e adolescência passando!

    ---

    ""São inteligentes, mas não necessariamente obtiveram as melhores notas escolares""

    Vou esclarecer essa parte, pois não é por falta de curiosidade ou relaxamento. A birra não é com a informação, nós gostamos muito de conhecer sobre tudo! O índigo esta sempre atrás de conhecimento. Somos inteligentes! O que desanima na escola é a qualidade da informação e o sistema arcaico ao qual ela se firma. O problema do índigo com a escola é que ela não estimula o indivíduo a expandir a mente, ou seja, não leva o ser humano e se superar ou expandir seus horizontes, mas apenas tenta inseri-lo num padrão para que este siga fazendo as engrenagens do sistema social atual funcionando. Este tipo de coisa é algo que o índigo não tolera!!!

    ResponderExcluir
  5. Também me identifiquei demais com estas caracteríticas!!

    ResponderExcluir