Páginas

Seja Bem Vindo (a)

Meu propósito para com este blog, está em coletar e difundir importantes mensagens voltadas para o autoconhecimento, percepções metafísicas, espirituais e poéticas, respeitando e identificando sempre os autores e fontes das mesmas.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Marcas em abduzidos

















Os abduzidos geralmente ficam com marcas no corpo.
Elas aparecem comumente nas axilas, quadris, joelhos, braços, mão, atrás da orelha. Uns guardam lembrança do que aconteceu na noite e relacionam com as marcas, outros não se lembram de nada.
Com o tempo, acostumam a reconhecer os episódios e a observar essas marcas, e a relacionar ambos.

As pesquisas mostram que no mundo todo essas marcas são parecidas, se assemelhando a uma queimadura na pele, em muitos pontos, ou o mais comum, em forma de triângulo.
Comparando esses pontos com picadas de insetos, vemos a diferença entre eles, as marcas de abdução realmente parecem queimaduras.

Convivo há algum tempo com dois casos concretos de abdução, e mais recentemente, depois do Nave, com mais alguns.
Incrivelmente os relatos de visões, luzes, marcas pelo corpo se assemelham demais.
Estudava e pesquisava sozinha tudo que há de informação a respeito, e agora estudamos juntos.
A procura de respostas, porque de confirmações já estamos cheios!

O fenômeno da abdução é algo muito delicado. Quem vive enfrenta dia a dia os eventos que se repetem, inegáveis. Junto com a aflição de percebe-los, se alia a impossibilidade de compartilhar abertamente com as pessoas, porque quem não vive escolhe os caminhos mais limitados e fáceis: duvidar e zombar. E assim, os abduzidos se fecham. Mas que alívio, chega o momento de compartilhar com os que vivem a mesma coisa e fica mais leve conviver com isso tudo.

Compartilhar acontece, mas ainda ficam muitas dúvidas. Me esforço para entender isso tudo e poder ajudar.
As quebras de contrato são feitas, repetidas, mas as abduções continuam.

Pelas descrições dos seres vistos no quarto e no desprendimento através do sono, percebe-se uma familiaridade com esses seres, e uma ideia surge com força: podem ser os abduzidos os das naves que estão encarnados, e que são visitados e visitam os amigos que ficaram.
Geralmente tem implantes, e as visitas às naves são para as conhecidas calibragens e ajustes necessários. Não raros voltam curados de enfermidades, outros vêem despontar faculdades que não tinham antes. O acesso fácil ao pensamento é uma delas e a mais comum.

Já vi relatos de situações apavorantes, com dor e traumas.
Mas já vi relatos de pessoas que deixaram o medo de lado, e olharam pelo prisma da familiaridade quem os abduz, e aí os eventos atingiram outra dimensão.
Talvez olhar tudo sem drama e medo ajude, e talvez pensar que há um bom motivo para isso tudo acontecer, que não lembramos totalmente agora, ajude mais ainda.

Existem correntes que classificam esses contatos como algo ruim e apavorante. Outras que olham como um privilégio, pela interação com seres de outros mundos e pelos resultados.

Se você é abduzido e quer compartilhar sua vivência, entre em contato pelo email do Nave, obviamente tudo será mantido em sigilo.

Abaixo, algumas marcas pelo corpo surgidas após supostas abduções:








Gratidão à Fonte: Nave Mãe
Por: Lisa Teixeira
Agosto / 2011

Um comentário:

  1. Entendo tudo isso, eles querem salvar o planeta e a nós também

    ResponderExcluir